Aliancismo progressivo: traçando uma via entre o dispensacionalismo e o aliancismo

R$76,00

Aliancismo progressivo é um trabalho impressionante, inteiramente caracterizado por cuidadoso embasamento exegético, por uma consciência aguçada das preocupações bíblico-teológicas e por uma familiaridade próxima com o desenvolvimento da história da Bíblia e de seus padrões recorrentes. Trata-se, em muitos aspectos, de um modelo de como a teologia deve ser feita. À medida que a Teologia Bíblica continua a caminhar para atingir a maturidade, os paradigmas hermenêuticos tradicionais vão, inevitavelmente, requerer ajustes, e eu tenho pouca dúvida de que este livro vai provar-se um ponto crucial na presente discussão. É um prazer recomendá-lo.”

Fred G. Zaspel, pastor da Igreja Batista Reformada, editor executivo da Books at a Glance e professor adjunto de Teologia Cristã no The Southern Baptist Theological Seminary

 

“Estes dez ensaios dão suporte exegético e teológico ao argumento que Steve Wellum e Peter Gentry apresentam em Kingdom Through Covenant (2012). Diferente da teologia do pacto, o aliancismo progressivo discute que o princípio genealógico (a base para o batismo de crianças) muda, de forma significativa, ao longo da história da redenção. Diferente do dispensacionalismo, o aliancismo progressivo não entende a terra prometida como Canaã, mas como um tipo de nova criação. Atualmente, este livro é leitura obrigatória em meus cursos de Teologia Bíblica.”

Andy Naselli, professor assistente de Novo Testamento e Teologia Bíblica, Bethlehem College and Seminary

 

Stephen J. Wellum é professor de Teologia Cristã no The Southern Baptist Theological Seminary e editor do The Southern Baptist Journal of Theology

 

Brent E. Parker é candidato a PhD em Teologia Sistemática no The Southern Baptist Theological Seminary e editor assistente do The Southern Baptist Journal of Theology

 

Informação adicional

Peso 0.500 g
Dimensões 1.5 × 16 × 23 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Aliancismo progressivo: traçando uma via entre o dispensacionalismo e o aliancismo”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *