0

“Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram” (Romanos 12.15)

A vida é cheia de altos e baixos. Creio que seja muito difícil achar alguém que não tenha sofrido algum percalço nesta vida. Alguns mais outros menos, todos estão sujeitos ao aspecto contingente da existência. Sob a perspectiva de Deus não existem contingências, Ele é todo absoluto, mas na caminhada muitas vezes somos pegos por situações que não prevíamos nem desejávamos.

Nesse contexto, a vida pode ser muito melhor se dividimos as emoções, sejam boas ou ruins. Nos momentos bons, é muito mais legal se temos com quem dividir vitórias e conquistas; nos momentos de tristeza, é muito mais saudável se temos com quem dividir perdas e luto.

Por isso, ser parte do corpo de Cristo deve ser motivo de muita alegria. Todo cristão deve buscar o encontrar-se no corpo a ponto de não poder dizer que não precisa do outro membro. Como diz Paulo, precisamos ser a tal ponto interligados que da mesma forma que um membro do corpo humano não pode dispensar outro, nós não podemos dispensar o convívio com nossos irmãos em Cristo. Sendo assim, “se um membro sofre, todos sofrem com ele; e, se um deles é honrado, todos os outros se alegram com ele” (1Co 12.26).

Na caminhada cristã, não deixe de congregar, não deixe de ter o privilégio de se alegrar com seus irmãos de fé e de ser bênção ao compartilhar o choro com quem sofre. Viva a sua vida cristã em plenitude, exercendo a comunhão, pois o chamado não pode cumprido em isolamento. Nós somos chamados a viver uma vida de missão e discipulado, sempre andando lado a lado.

Leave a Reply